Com qual sapato eu vou?

Com qual sapato eu vou?
Com qual sapato eu vou?
Classificação do Usuário: 0 (0 votos)

Separamos alguns modelos do mundo dos calçados masculinos para você, que é preocupado com suas atitudes e com a aparência como um todo, porque, sendo ela marcante e harmoniosa, só possibilita parcerias, negócios, recolocações, empregos, entre outros benéficos resultados.

Monk Strap – Sua origem vem do calçado usado por monges do século XV. Entre os sapatos sem cadarço, é a opção mais formal. Sua particularidade é uma tira de couro que o atravessa. No Monk autêntico, a faixa de couro é ajustável, abrindo e fechando e nunca costurada ao sapato. Por ser o sapato sem cadarço mais elegante, pode ser usado no dia a dia, trabalho e em casamentos.

Oxford – Primeiro sapato masculino com cadarço, com criação na cidade inglesa do mesmo nome, no século XVII, sua característica é por ter o cadarço costurado direto no corpo do sapato, sem abas laterais. Considerado o mais social, é seguramente indicado para o trabalho, festas e  eventos corporativos. Quando o Oxford é usado com terno, pode se dizer que é a combinação mais chique para o homem.

Brogue – Refere-se ao perfurado decorativo que alguns sapatos apresentam. Chamamos de Brogue o Sapato que possui esses efeitos de costura e com furos no seu cabedal (bico). Então você pode ter um Sapato Derby no estilo Brogue, um Oxford no estilo Brogue, uma Bota no estilo Brogue e assim por diante.

Derby – O segundo tipo de sapato mais importante. É parecido em formato com o Oxford, e sua principal diferença é que a parte dos furos para o cadarço está situada em abas laterais costuradas sobre o corpo do sapato. Isto faz com que ele se adapte com mais facilidade a todas as alturas do peito do pé. Ele surgiu no século XIX e se tornou muito popular.

Fonte: Alexandre Taleb Imagem Masculina
Guia prático para o homem Contemporâneo

Lúcia Nascimento
19 99211-3584
Consultora de Imagem
lucia.snascimento@hotmail.com
Instagram: lucia.snascimento