Contaminantes emergentes na água

Os contaminantes emergentes, tais como, compostos farmacêuticos, produtos de uso pessoal, indicadores de atividade antrópica, subprodutos industriais, esteróides e hormônios são compostos já presentes no meio ambiente e também no abastecimento de água potável.

Contaminantes emergentes na água
Contaminantes emergentes na água
Classificação do Usuário: 0 (0 votos)

A contaminação emergente trata-se de um sério problema, cuja presença ainda é pouco reconhecida e seus efeitos danosos também são pouco mensurados e controlados. Nos dias atuais é de suma importância que os cuidados no consumo da água se ampliem através do uso de dispositivos de filtragem, considerando tamanha importância da água enquanto bebida, mas também em seus outros usos. Afinal, a água atua diretamente no metabolismo humano, sendo responsável pelo transporte de nutrientes no organismo, além da manutenção da temperatura e da hidratação corporal.

É recomendado filtrar a água desde a sua entrada na casa, durante seu armazenamento até o momento do consumo. É passado o tempo em que apenas partículas (como barro), bactérias e vírus eram os alvos de um filtro doméstico ou comercial. Atualmente encontramos na água também os V.O.C.’s, os compostos orgânicos voláteis presentes em solventes, repelentes, produtos de limpeza, maquiagem e cosméticos, pesticidas, roupas lavadas a seco, tintas, móveis, carpetes, papel carbono, cola, combustíveis, marcadores permanentes, etc.

De maneira resumida, todo material sintético que tem algum tipo de odor ou perfume possui V.O.C.’s em sua composição. Podemos encontrá-los também na natureza, quando liberados pelas plantas. Tudo isso afeta a qualidade da água. É importante que a escolha do filtro seja apropriada para cada necessidade, ou seja, é preciso considerar se será ponto de entrada (POE) ou ponto de uso (POU), a quantidade de pessoas que estão consumindo água, as tecnologias e etc. Lembre-se que o cloro é importante para assegurar a água contra bactérias e outras contaminações, mas na hora de bebê-la, o filtro com carvão ativado é quem vai cuidar da retirada do mesmo que não é indicado para o consumo humano.

O processo de decloração é muito importante não apenas para a redução do cloro, mas também para retirar gostos e odores indesejáveis, componentes químicos e também micropartículas oriundas da própria filtração de um elemento com tecnologia MeltBlown e CarbonBlock . Porém, é importante lembrar que filtros para pontos de entrada da água na casa não devem possuir carvão ativado. O cloro precisa estar presente nos reservatórios de água, para mantê-la protegida até o momento do seu consumo e, só então, o filtro ponto de uso fará a retirada do cloro.

Claudio Chaves – Diretor Presidente na Hidro Filtros do Brasil Ltda

Tudo em Filtros

98930-1082 | 98930-1638

Rua 7 de Setembro, 283 – Nova Vinhedo

www.tudoemfiltros.com.br