Dicas para quem quer ter um cachorro e trabalhar fora

Dicas para quem quer ter um cachorro e trabalhar fora
Dicas para quem quer ter um cachorro e trabalhar fora
Classificação do Usuário: 0 (0 votos)

Algumas raças precisam de mais atenção do que outras. O poodle, por exemplo, é um cão de pequeno porte e uma ótima opção para apartamentos com crianças. Mas esse também é um animal que precisa de muita companhia. Portanto, não é a melhor opção para quem trabalha fora e precisa deixar o cachorro sozinho com frequência. Prefira uma raça de cachorro independente, como o golden retriever, o basset hound ou Shih-tzu.

Considere a possibilidade de ter dois cachorros:considere criar dois cães. Assim, quando não tem ninguém em casa, um faz companhia para o outro. Antes de tomar essa decisão, é importante analisar alguns pontos: a bagunça será dobrada, assim como os gastos com alimentação e veterinário. Também é importante avaliar se há espaço suficiente para dois animais.

Aproveite o tempo em casa: procure compensar as horas longe dando bastante atenção para seu animal de estimação quando estiver em casa. Faça brincadeiras, muito carinho e deixe que o cão fique perto de você. Sempre que possível, leve o cão para passear no bairro. Além de ser uma maneira de deixá-lo entrar em contato com outras pessoas e cachorros, este é um exercício que ajuda a manter a boa saúde do animal.

Prepare o ambiente: para que seu cachorro não fique entediado enquanto estiver sozinho, deixe alguns brinquedos no ambiente, para mantê-lo ocupado. Uma dica é esconder alguns ossinhos pela sala, e também existem brinquedos especiais, em que se pode esconder petiscos que vão sendo liberados aos poucos. Essa é uma boa maneira de distrair seu cão e de mantê-lo feliz, mesmo quando você não está. Não esqueça de deixar também uma caminha aconchegante, bastante água e comida suficiente.

Ensine seu cachorro a ficar sozinho: dedique algum tempo para acostumar o animal com a sua ausência. O segredo é ter muita calma e paciência. Comece deixando o cão por cinco minutos e vá aumentando esse tempo gradualmente: quinze, vinte minutos, meia hora e assim por diante. É normal escutar o animal latindo ou chorando no começo, mas o objetivo é deixá-lo se acalmar sozinho para que ele aprenda a ficar tranquilo quando estiver só. A ideia deste treino é diminuir a ansiedade canina e mostrar que você sempre volta para casa.

Antes de ir trabalhar, passeie com seu cão: se for possível, saia para caminhar com seu cão antes de ir trabalhar. Essa é uma boa ideia porque cachorros adoram passear e costumam voltar cansados para casa. Depois de gastar as energias, é muito provável que o animal passe boa parte do tempo que você está fora dormindo.

Por Cidade Canina