Literatura infantil

Autores que toda criança precisa conhecer!

Literatura infantil
Literatura infantil
Classificação do Usuário: 0 (0 votos)

Os livros também dão às crianças a oportunidade de flexibilizar suas habilidades de pensamento crítico em áreas como resolução de problemas, os conceitos de causa e efeito, resolução de conflitos e aceitação de responsabilidade por suas ações. Assim como treinar a ortografia, vocabulário, caligrafia e oralidade. Atividades literárias são sempre ótimas opções para estimular as crianças a desenvolverem suas capacidades e gerar curiosidade sobre novos assuntos.

1. Clarisse Lispector (Brasil) – Conhecida por todos os públicos no Brasil, Clarice possui quatro livros para os pequenos: Mistério do Coelho Pensante (1967), A Vida Íntima de Laura (1974), A Mulher que Matou os Peixes (1968) e Quase de Verdade (1978). E como muitas das suas obras, os textos trazem nas entrelinhas sensíveis reflexões sobre a condição humana. Por exemplo, em A Mulher que Matou os Peixes, a autora já começa com uma confissão: “infelizmente [essa mulher] sou eu”. Então, para explicar a tragédia, a escritora narra as histórias de todos os animais de estimação que viveram em sua casa. Os que vieram sem ser convidados e foram ficando e os que ela escolheu para criar.

2. José Saramago (Portugal) – O escritor e poeta português é muito conhecido pelas suas obras impecáveis e densas, mas Saramago também se aventurou no universo das crianças. Em um de seus livros voltados para a literatura infantil, A Maior Flor do Mundo. Nele, o personagem – um menino que mora na cidade – resolve ir até o fim do mundo para salvar uma flor que está prestes a morrer.

3. Chico Buarque de Holanda (Brasil) – Responsável por um dos clássicos da literatura infantil brasileira, Chico Buarque apresenta às crianças a Chapeuzinho Amarelo, que sobrevive ao passar das décadas ao trazer uma narrativa que trata sobre um tema universal: o medo. Uma releitura do famoso conto de fadas Chapeuzinho Vermelho, o livro traz como personagem central uma garotinha que, por ter medo, abre mão de diversas coisas como brincar, dormir, se divertir e que, ao final, aprende a transformar em companheiro cada medo que antes tinha.