O poder das pimentas brasileiras

O poder das pimentas brasileiras
O poder das pimentas brasileiras
Classificação do Usuário: 0 (0 votos)

A pimenta é uma das marcas registradas da cozinha brasileira. Não dá nem para imaginar um prato baiano ou uma feijoada sem um toque picante. E o Brasil é rico também no quesito variedade. Temos dedo-de-moça, biquinho e várias pimentas de cheiro. Cada uma com seu poder de picância e sabor peculiar. Vale a pena conhecer e experimentar:

Dedo-de-moça – A dedo-de-moça é talvez a pimenta mais comum de ser encontrada. Seja para incrementar a carne ou dar um toque extra ao pastel. Ela é bastante utilizada fresca, em conserva ou em forma de molho. Para controlar a ardência, basta retirar todas as sementes antes de colocá-la nos pratos.
Biquinho – Muito consumida no Nordeste e em Minas Gerais, a pimenta biquinho é famosa por acompanhar pratos como o baião-de-dois. Ela é menor e mais suave, podendo ser consumida inteirinha. É mais adocicada e incrivelmente aromática.

Pimenta-de-bode – A pimenta-de-bode é muito usada nas preparações típicas de Goiás e combina muito bem com molho de pequi, por exemplo. Aposte na versão em conserva, uma das mais procuradas.

Pimenta-de-cheiro – Há uma variedade de pimentas que ganharam o apelido carinhoso de pimenta-de-cheiro devido ao seu poder aromático. A mais conhecida delas, porém, é a variedade consumida no Norte do país. Combina perfeitamente com pratos com peixes e é bastante picante.